Formula Chopp

Campanha contra a violência doméstica acontece em todas as estradas paulistas

  • Dayse Cruz
  • Publicado em 27 de abril de 2021 às 09:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Além dos projetos BELAS EmPENHAdas e Viva a Mulher, Artesp e Concessionárias lançam ações de alerta aos motoristas

Ações serão feitas nas redes sociais e nos painéis de mensagens espalhados pelas rodovias, diz Secretaria de Logística e Transportes

A deputada estadual Delegada Graciela apresentou projeto e foi sancionado pelo governador João Dória sobre o combate à violência doméstica. O BELAS EmPENHAdas deverá ser estruturado pelo governo do Estado para aplicação em salões de beleza e manicures. Outra ação é o Viva Mulher.

Afinal, a violência doméstica é uma preocupação de várias autoridades do Estado tanto que a SLT (Secretaria Estadual de Logística e Transportes), por meio do DER e Artesp, aderiu à campanha “Direitos iguais: chega de machismo, chega de preconceito, chega de feminicídio”, promovida pela Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC) de SP.

As ações, que são um alerta sobre a necessidade de combater a desigualdade de gênero e a violência contra a mulher, serão realizadas nas redes sociais da secretaria, DER e Artesp, e nos Painéis de Mensagens Variáveis (PMVs) espalhados pelas rodovias do Estado de São Paulo. Serão frases com alertas como:

  • – Não à violência doméstica. Denuncie: (11) 3291-2621
  • – Feminicídio: fique atenta aos sinais.
  • – Feminicídio destrói a família. Combata!

“Temos o dever de apoiar todo tipo de campanha que preserve a vida e combata a violência doméstica. Vamos lutar, cada vez mais, por uma sociedade igualitária, justa e mais humana”, afirmou o secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

O diretor-geral da Artesp, Milton Persoli, destaca a importância da informação como elemento primordial na luta contra este tipo de violência. “Vamos reforçar a campanha levando mensagens de conscientização aos motoristas que trafegam pelas rodovias paulistas. Juntos, esta iniciativa que preza pela igualdade e respeito pode alcançar e mobilizar mais pessoas.”

Campanha

Devido à pandemia de Covid-19, as ações são virtuais. A população tem a oportunidade de conhecer todos os programas e as coordenadorias que a Secretaria da Justiça e Cidadania oferecem na área. A programação das atividades pode ser conferida no site: www.justica.sp.gov.br.

“Ao longo dos anos, nos deparamos, ainda, com muito preconceito, machismo e violência contra elas apenas pela sua condição de mulher”, explica o secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa.


+ Boas Ações