Juntos podemos muito mais

  • Construindo Cidadania
  • Publicado em 7 de novembro de 2020 às 19:15
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:42
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Roberto Ravagnani é palestrante, jornalista (MTB 0084753/SP), radialista (DRT 22.201), conteudista e Consultor especialista em voluntariado e responsabilidade social empresarial. Voluntário palhaço hospitalar desde 2000, fundador da ONG Canto Cidadão, da IPA Brasil e da AFINCO, Associado para o voluntariado da GIA Consultores no Chile, fundador da Aliança Palhaços Pelo Mundo, Conselheiro Diretor da Rede Filantropia, sócio da empresa de consultoria Comunidea, criador e gestor de eventos filantrópicos, porta voz pela ONU, Membro Hub One, Líder Internacional de Yoga do Riso, Conselheiro de Relações Sociais e Familiares do Instituto i. s. de desenvolvimento e sustentabilidade Humana, Diretor da rádio Tom Social e Associado da VRS Consult da Guatemala. www.robertoravagnani.com.br

O tema voluntariado está bombando em todas as redes sociais e na mídia em geral no mundo todo e muita gente está interessada no assunto e quer se tornar um voluntário, s.q.n..

Infelizmente não é uma verdade, adoraria que fosse e que mesmo sendo uma notícia falsa fosse colocada no mundo digital para fazer o efeito que faz tantas outras notícias falsas lançadas pelo mundo afora e que se tornam virais. Por que não fazer isso com assuntos bons? Mas já diz a lenda urbana que enquanto o “cachorro continuar mordendo o homem, isso será notícia, enquanto o homem que morde o cachorro passará em branco”.

Que tempos que vivemos, o tempo da informação ou do excesso dela? 

Pesquisa recente mostra que o que produzimos de conteúdo no mundo em 72 horas (03 dias) tem o mesmo volume do que produzimos do inicio dos tempos até o ano de 2003, olha que loucura, assim como ficar atualizado sem ficar maluco, como chamar a atenção dentro deste universo de informações de forma saudável e interessante?

Temos que ser pacientes, pois nos dias atuais não podemos nos iludir que o assunto voluntariado ganhe toda atenção do mundo em alguns instantes e seria ruim se assim fosse, pois na mesma velocidade que chega se vai e precisamos que o voluntariado fique de forma permanente em nossa sociedade para que tenha transformações diárias e não pontuais.

E para que isso aconteça é necessário que cada um dos voluntários conte para mais um que não é seus benefícios, convide mais uma pessoa para conhecer o assunto e assim for feito o tempo todo teremos pessoas falando ou conhecendo o trabalho voluntário o tempo todo e assim replicamos conhecimento e o poder da mobilização voluntária no mundo. Convido você que comece a utilizar a #servoluntario para começarmos essa união pelo caminho digital.