HISTÓRIA DA MÚSICA UNIVERSAL

  • Beny Chagas
  • Publicado em 19 de março de 2016 às 19:52
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 17:40
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A MÚSICA NA ANTIGUIDADE

Graças à arqueologia pode-se rastrear marcas musicais da Antiguidade.

Gravuras e relevos nos quais se vêem instrumentos, danças e outras manifestações, bem como  testemunhos escritos, nos possibilitam uma idéia do tipo de música cultivado em cada época.

Graças a essas observações, os estudiosos concluem que a relação entre a música e a magia foi constante durante aqueles tempos. Música e dança têm uma origem pré histórica comum. Naquelas sociedades, essas artes, indissoluvelmente unidas pelo componente rítmico, desempenhavam importante função social vinculada à magia e à celebração de rituais.

Os objetivos dos ritos mágicos eram facilitar a caça, invocar o êxito na guerra, infundindo valor e proteção mágica aos combatentes, render cultos aos poderes da natureza, celebrar a passagem oficial de um adolescente para a vida adulta, provocar a chuva, assegurar a fertilidade da terra e até mesmo curar um enfermo.

Os homens pré-históricos utilizavam em suas cerimônias instrumentos de sopro, como flautas construídas de ossos humanos ou de animais, e diversos instrumentos de percussão, ainda usados na atualidade, para acompanhar a dança, como tambores (naquela época, feitos com peles estendidas sobre troncos ocos), pedras percutidas, de diferentes tamanhos, e muitos outros.

O valor ritual da dança para as comunidades pré-históricas pode ser comprovado no costume de algumas tribos das ilhas Novas Hébridas, no Pacífico.

Para assegurar-se da precisão dos passos de maneira que a magia surtisse efeito, alguns arqueiros posicionavam-se junto aos dançarinos para flechar todos os que erravam o passo.

(Fonte: Enciclopédia da Música, 2005)

GENTE BOA DAS NOITES FRANCANAS


Rodrigo Costa, filho do meu saudoso amigo cristalense Bim, seguiu as pegadas do pai e é um expert vocalista e multi-instrumentista: toca teclado, violão, trompete e por aí afora. Além de atuar em bailes e grandes festas com sua banda “Mr. Bim” (homenagem ao pai), faz música também na noite acompanhado de outra figura muita simpática e talentosa. Meu amigo Kebinha.

Eu o conheci quando lecionava percussão no Projeto Guri e participou, com outro músico, de meu “Beny Chagas Talk Show”, na TV, alguns anos atrás.

Rodrigo Costa, voz e violão e Kebinha, bateria e percussão. Muito bom de se ouvir.

BENY CHAGAS MUSIC SHOW

Grandes originais e primorosas releituras. Tocamos Billy Eckstine, Banda de Boca, Charlie Watts (dos Stones), Buddy Guy, Chet Baker…Coisas que, NORMALMENTE, você não ouve por aí.

Sábado às 9h e domingo às 10h da manhã na Mais Brasil FM-Franca–SP-101,3 Mhz.

Sábado e domingo às 11h da manhã em www.radionovaip.com.br-Ribeirão Preto-SP.

Sábado e domingo às 12 e 20h em www.ponto1000.com- Ribeirão Preto-SP.

Aguarde mais endereços.

BENY CHAGAS – MR. FLASH BACK

O mais abrangente programa de pop-hits antigos marcantes que você já terá ouvido !

Dos anos 80 aos anos 50 !!!

Lembra-se do Wallace Collection, do Bill Deal, Paulo Diniz, João Só, Johnny Rivers, Mungo Jerry, Elvis Presley,  The Everly Brothers, Guess Who, James Taylor, Wilson Simonal, Marcos Valle ?.

Então, se ligue : sábado às 10:00, domingo às 11:00, logo depois do Beny Chagas Music Show na Mais Brasil FM, a partir do dia 27 de março.

Não abrimos mão de você!

*Esta coluna é semanal e atualizada aos domingos.