Voluntários constroem escola sustentável com embalagens recicladas

Foram utilizados 2.5 milhões de embalagens, doadas por empresas e pessoas físicas

Postado em: em Mais+

A iniciativa é impressionante e reúne tudo o que tem de melhor de conceitos sobre uma sociedade desenvolvida. A ação reúne voluntariado, sustentabilidade e educação inovadora para quem mais precisa.

Foi em um complexo da periferia de São Paulo que nasceu a escola construída pela ONG Mangalô, com a mão de obra de 600 voluntários. O complexo envolve as comunidades Morro do sabão, Parque das Flores, Jardim Santo André, Comunidade do Rodoanel e Jardim São Francisco, que têm juntas um total de 150 mil habitantes.

Foram utilizados 2.5 milhões de embalagens plásticas e caixas longa vida recicladas, doadas por empresas e pessoas físicas. A escola é 100% sustentável.

“A escola foi construída desde sua fundação até o teto, com materiais provenientes da reciclagem, embalagens que certamente poluiriam os rios, mares e aterros“, disse Fernando Teles, fundador e CEO da Mangalô.


Artigos Relacionados