​Unifran faz palestras sobre fake news e o impacto dos discursos linguísticos

Palestras, abertas para estudantes e comunidade local, serão ministradas por pesquisadores da região

Postado em: em Educação

Luciana Carmona Garcia Manzano, Acir de Matos Gomes e Maria Flavia Figueiredo-

A Universidade de Franca (Unifran), Instituição que integra o grupo Cruzeiro do Sul Educacional, promoverá na sexta-feira (31/05), das 19h às 22h30, o evento “Retórica, Multimodalidade e Fake News”. 

A programação traz uma série de palestras, ministradas por pesquisadores da região, para discutir sobre notícias falsas e a influência dos discursos linguísticos nas decisões judiciais.

O doutor em Ciências da Comunicação e docente do Programa de Pós-graduação em Linguística da Unifran, Fernando Aparecido Ferreira, ministrará a palestra “Retórica e Multimodalidade”, explorando modos como a linguagem escrita, falada e visual podem construir significados. 

O mestre em Direitos Coletivos e Cidadania, Wendell Luis Rosa, falará sobre Fake News nos tempos atuais.

Já o doutor em Língua Portuguesa e docente do Programa de Linguística da Unifran, Acir de Matos Gomes, é o terceiro palestrante da noite e propõe aos ouvintes uma discussão sobre como o uso de técnicas na linguagem pode influenciar na forma como a Justiça será aplicada nos tribunais.

“A ciência é um campo que ajuda a dar respostas nas nossas vidas. Vamos abordar onde é possível encontrar a retórica em diversas partes: nas obras de artes, nos textos, na música, em textos judiciais, etc. Também faremos uma interlocução entre Direito e Linguística, como é que a linguagem é capaz, ou não, de ser aplicada no discurso falado ou escrito para se criar uma verdade, capaz de influenciar na aplicação do direito e da justiça”, detalha o prof. Acir de Matos. 

“Se é por meio da linguagem que o ser humano constitui e revela sua personalidade, nos processos judiciais também há essa revelação. No momento em que há essa revelação, é possível que a aplicação do caso concreto tenha julgamento diferente, embora a lei seja a mesma. A interpretação de uma lei e de um fato , pode mudar de acordo com o juiz, com as pessoas que estão envolvidas, de acordo com as provas que foram produzidas, ou seja, de acordo com os discursos proferidos”, comenta o professor Acir de Matos. “Vamos discutir sobre como é possível encontrar equilíbrio ou quem pode obter vantagem nesse cenário, muitas vezes conturbado” completa.

O evento, que é uma atividade de extensão universitária promovida pelo Programa de Linguística, acontecerá no Teatro Central da Universidade de Franca e é aberto para estudantes e a comunidade.

O investimento para participar é de R$ 10 para alunos da Unifran e R$ 12,50 para interessados em geral.

Além das palestras, o evento também marca o lançamento oficial do livro “Retórica e Multimodalidade”, de autoria do grupo PARE (Pesquisa em Argumentação e Retórica), que também está vinculado ao Programa de Pós-graduação em Linguística da Unifran.

 As Inscrições podem ser feitas pelo link http://bit.ly/retorica-fake_news-decisoes_judiciais.

Serviço:

Palestras: Retórica, Multimodalidade e Fake News

Data e hora: 31 de maio, das 19h às 22h30

Local: Teatro Central da Universidade de Franca (Unifran) - Av. Dr. Armando Salles Oliveira, 201 - Pq. Universitário – Franca/SP

Inscrições: http://bit.ly/retorica-fake_news-decisoes_judiciais

Na foto da capa aparecem: Profa. Dra. Luciana Carmona Garcia Manzano, coordenadora da Pós-graduação em Linguística da Unifran; Prof. Dr. Acir de Matos Gomes e Profa Dra. Maria Flávia Figueiredo, ambos do corpo docente da Pós-graduação em Linguística


Artigos Relacionados