Unicamp: 2ª fase terá reconhecimento facial em todos os locais de prova

Os dados sobre estudantes presentes podem ser conferidos em tempo real e serão checados na matrícula.

Postado em: em Educação

A Unicamp confirmou que vai expandir para todos os locais de aplicação do exame o uso de um sistema de reconhecimento facial dos candidatos, na segunda fase do vestibular 2020. 

Lembrando que as provas ocorrerão no próximo domingo (12) e na segunda-feira (13).

Como esse sistema de reconhecimento facial vai funcionar? 

Por meio de um tablet, funcionários da comissão registram fotos que serão armazenadas em um servidor específico. O recurso também servirá como lista de presença. 

Os dados sobre os estudantes presentes podem ser conferidos em tempo real e serão checados novamente na matrícula.

O modelo foi testado pela primeira vez em apenas uma escola durante a primeira fase do vestibular, em novembro de 2019. 

Agora, na segunda etapa, serão usados 70 equipamentos nas 26 escolas onde o vestibular é aplicado.

Segundo a Comvest, o recurso que substitui o uso de coleta de impressões digitais visa aprimorar a segurança do processo seletivo. 

Mas e se acontecer algum imprevisto com a novidade? Será possível voltar para o modelo anterior, verificando as assinaturas dos candidatos.

Em 2020, 13.589 candidatos foram aprovados para a segunda fase. Eles disputam as 2.570 vagas em 69 cursos de graduação.


Artigos Relacionados