Unesp garante a travestis e transgêneros o direito de uso de nomes sociais

Políticas de inclusão ampliam presença de alunos transgêneros; medida foi inédita entre as universidades

Postado em: em Educação

D​esde 2017, a Unesp garante a estudantes, professores e funcionários travestis e transgêneros o direito de uso de seus nomes sociais dentro da Universidade.

A medida foi inédita entre as universidades estaduais paulistas, e é apenas uma de várias outras ações que são realizadas para garantir o acolhimento e o respeito a pessoas trans no ambiente universitário.

O projeto Educando para a Diversidadeque faz parte do convênio Unesp-Santander, mantém um portal que reúne ações sobre a temática. Mais informações: https://educadiversidade.unesp.br/.


Artigos Relacionados