THE ROLLING STONES – LET IT BLEED

Postado em:

Alguns álbuns dos Stones são importantes e interessantes, mas nem tão bons assim...Outros, cheios de músicas maravilhosas que agradam a qualquer um que tenha orelhas. Let It Bleed é um dos melhores. O recheio de um sanduíche triplo. Beggar’s Banquet, Let It Bleed e Sticky Fingers eram a cereja do bolo de gravações feitas entre 1968 e 1970. No entanto, o plano original era lançar Sticky Fingers e um outro LP em seguida, em 1969.

Complicações contratuais impediram que isso acontecesse. Let It Bleed acabou se tornando um fecho visceral da época, com um tom apocalíptico determinado por “Gimme Shelter” (o documentário sobre a banda, com o mesmo título, mostra um fã sendo esfaqueado, em 1968, durante uma apresentação no Altamont Speedway).

Entre canções de estilos diversos, como Country Hook, Love In Vain e Let It Bleed, encontramos até hard rock: Midnight Rambler, Monkey Man e You Can’t Always Get What You Want, que começa como um hino e termina aos gritos.

Mick Jagger, que sempre fala mal de seu próprio trabalho, admite que Let It Bleedé um bom disco, um de seus preferidos.

No link, LET IT BLEED

Fontes e referências : 1001 DISCOS Para Ouvir Antes De Morrer- Robert Dimery.

Fotos: Liga Entretenimento/Divulgação)

LEMBRETE: Quinta-feira tem “Marcos Prado Convida” no Candeeiro Pizza Bar.

No repertório, o melhor dos grandes compositores e intérpretes das Minas Geraes

na voz de MARINA PRADO. Imperdível!


Artigos Relacionados