Susto! Em Franca, lontra se esconde em carro e foge após ser resgatada

Animal foi retirado do motor do veículo pela Polícia Ambiental, mas conseguiu escapar pelas grades da gaiola

Postado em: em Cotidiano

Moradores de Franca foram pegos de surpresa com a aparição de uma lontra nas ruas do bairro Vila Imperador. 

O animal visitou uma padaria, uma papelaria, entrou na casa de um morador e correu por quarteirões até encontrar esconderijo no motor de um carro.

A professora de português Fabiana Anacleto de Lima pediu ajuda do Corpo de Bombeiros para resgatar a lontra na Rua Nícola Maníglia após sair ao portão e escutar os comentários dos vizinhos na manhã da última quarta-feira (23). 

O carro estava estacionado em frente à casa dela.

Duas equipes do Corpo de Bombeiros tentaram realizar o resgate, mas não conseguiram. 

Foi então que a Polícia Ambiental, que patrulhava a região, tentou realizar o resgate. Os policiais conseguiram tirar a lontra do motor do carro e colocá-la dentro de uma gaiola, mas ela fugiu.

Fabiana registrou a ação dos policiais com a câmera do celular. No entanto, quando o animal conseguiu escapar por entre as grades, a professora levou um susto e, sem querer, pausou a gravação.

"Ela é bem agressiva e fica mostrando os dentes. O policial pediu cuidado, porque ela poderia morder. Os dentes dela são bem afiados e, quando ela morde, faz um estrago. Ela furou até a luva deles, que é de couro, grossa. A hora que ela saiu, eu assustei", diz.

O irmão da professora, o mecânico Jataniel Anacleto, precisava consertar o carro que é de um cliente, mas estava com medo de machucar o animal – ou de se machucar. Curiosos, os vizinhos, principalmente as crianças, chegaram perto do veículo.

"Como tumultua, as pessoas ficam próximas, o bicho fica mais estressado ainda, aí dificultou. Foi complicado e, mesmo com o trabalho todo, ela fugiu. É um bicho bonitinho, mas pode ser agressivo, porque o bicho está tentando se proteger e pode agredir", diz Fabiana.

Assim que fugiu da gaiola, a lontra correu até um carro estacionado atrás do outro veículo e entrou dentro do motor novamente. 

A professora diz que, para não estressar mais o animal, os policiais decidiram deixá-la sair do capô sozinha e pediram aos vizinhos para se afastarem do local.

Por volta das 18h30, os vizinhos viram o animal saindo e correndo em direção a um bueiro que fica na esquina da rua. 

A professora acredita que a lontra tenha vindo de uma área verde que fica próxima à casa dela, mas foi atingida por fogo nas últimas semanas.

Apesar de ser encontrada em todo o país, as lontras não são fáceis de serem vistas. Com hábito solitário e arisco, elas dificilmente chegam perto de seres humanos, de acordo com biólogos.

*Informações G1


Artigos Relacionados