Saída de Mina e treino de Dracena podem dar chance para Antônio Carlos

Pouco utilizado em seu primeiro ano pelo Palmeiras, atleta foi cotado para deixar o clube

Postado em: em Futebol

Contratado após passagem pela Ponte Preta, Antônio Carlos viveu uma temporada discreta em 2017. A saída do colombiano Yerry Mina pode dar chance ao defensor de 24 anos no começo de 2018.

Antônio Carlos participou de apenas nove confrontos durante a temporada de 2017, mas fez exibições consistentes. Luan, campeão olímpico nos Jogos do Rio de Janeiro 2016, e Juninho tiveram mais oportunidades e não conseguiram convencer.

Pouco utilizado em seu primeiro ano pelo Palmeiras, Antônio Carlos foi cotado para deixar o clube. No entanto, a diretoria resolveu renovar o compromisso do atleta até o final de 2018, sinalizando que a comissão técnica chefiada por Roger Machado deseja aproveitá-lo.

No começo da trajetória do novo treinador, a zaga vive clima de indefinição. Considerado titular, Yerry Mina teve sua chegada ao Barcelona antecipada. Já Edu Dracena passa por cronograma especial de preparação e deve desfalcar o Palmeiras nas primeiras partidas do ano.

Roger Machado esboçou o time titular do Palmeiras no treino da última quinta com Antônio Carlos e Luan no miolo de zaga. Às 16 horas (de Brasília) desta sexta, na Academia de Futebol, o treinador terá a chance de fazer experiências no amistoso contra o Atibaia.

Emerson Santos, contratado após passar pelo Botafogo, Pedrão, promovido das categorias de base, e Thiago Martins, de volta após período de empréstimo ao Bahia, completam as opções do comandante para armar a defesa palmeirense no momento.

Às 19h30 (de Brasília) da próxima quinta-feira, no Estádio Palestra Itália, o Palmeiras inicia sua participação no Campeonato Paulista contra o Santo André. Com Yerry Mina e Edu Dracena indisponíveis, a briga pelas posições de titular na zaga deve ser acirrada.


Artigos Relacionados