Renato Aragão: "eu queria ter o meu programa, não estar no dos outros"

Humorista mais famoso do Brasil conta que tem um novo filme para fazer e diz-se disponível para a TV

Postado em: em Um Toque a +

Renato Aragão afirma que está cheio de projetos para fazer fora da Globo

Não dá mesmo para passar batido quando alguém como Renato Aragão deixa a Globo. Ele foi funcionário do canal por mais de 40 anos e marcou gerações com seu trabalho, principalmente com "Os Trapalhões".

Esse fim de fase profissional para o comediante de 85 anos é, segundo ele próprio, o início de um outro momento na carreira. Com a oportunidade de trabalhar em novos lugares, Renato diz que tem muitas ideias de programas, filmes e escreve sem parar seus próximos projetos.

Para falar sobre o fim de contrato com a Globo, Renato é muito diplomático e procura mostrar que não há um fim de relacionamento com o canal, mas sim uma mudança nos termos de trabalho. 

“Eu não fui demitido, como estão falando. Eu não saí da Globo. Acabou o meu contrato. Foi um acordo e não houve renovação. Na verdade, eu fiquei na Globo, só que agora fazendo trabalhos pontuais e também posso aparecer em outras emissoras”, conta Renato.

Por falar em “trabalhos pontuais”, isso é o que o comediante vinha fazendo nos últimos anos no canal. Depois de "A Turma do Didi", série regular que durou de 1998 a 2010, Renato fez alguns especiais, telefilmes e séries curtas na Globo. Sua última aparição na emissora foi uma participação o humorístico "Tá no Ar: A TV na TV", em 2018.

Sem um programa fixo, não é segredo para ninguém, o humorista permaneceu contratado do canal, afinal sempre foi um dos medalhões, daqueles no mesmo nível de Tarcísio Meira, Tony Ramos e Fernanda Montenegro.  Renato revela que, mesmo estando na chamada “geladeira” da emissora, tinha e apresentou projetos de programas para seus chefes: 

“Tenho muitas ideias de programas e apresentei vários para a Globo, mas ficaram na fila. A Globo tinha muitos outros programas para fazer. Então, não adianta muito. Tenho muitos outros programas para fazer, você nem sabe”, explica. 

Aparecer em outros programas da Globo, como convidado, é algo que foi descartado pelo comediante, que disse recentemente que gostaria de fazer uma participação em "A Praça É Nossa, do SBT". “Eu queria fazer o meu programa, não queria estar no programa dos outros. Queria o meu programa. Sempre chamam o Renato pra tudo, mas eu não queria. Eles sabiam que eu queria o meu programa”.

Agora, com a não renovação do contrato, Renato tem a oportunidade de fazer os programas que tem em mente em outros lugares. “Como não aceitaram meus projetos, vou fazer em outros lugares. Mas a Globo disse para não deixar de fazer com eles também”.

Sobre possíveis parecerias com outros canais tradicionais de TV ou plataformas de streaming e de internet, como o Youtube, por exemplo, Renato não fala. Mas o trapalhão já vem fazendo vídeos no Instagram e, recentemente, criou um perfil no Twitter. 

“Estou interessado nas plataformas digitais, elas são muito atraentes e vou realizar projetos com essa turma toda que está me querendo. Ainda não posso falar sobre os projetos, mas estamos namorando [com outras empresas, como as de streaming]. Nós vamos produzir tudo com as nossas empresas. O importante é que estamos bem quistos”.

Renato conta também que ainda não tem planos para a criação de um canal no Youtube. 


Artigos Relacionados