Relógio do Sol de Franca segue sem prazo para passar por restauração

Secretário de Cultura, Élson Boni, participa de reunião "deliberativa" sobre o tema, mas sem prazo

Postado em: em Política

Quando não há fatos concretos, a saída encontrada muitas vezes encontrada pelo governo de Gilson de Souza (DEM) é protelar para, aparentemente, ganhar tempo.

Exemplo disso é o Relógio do Sol. Destruído no último mês de dezembro, após uma tempestade que atingiu Franca derrubar uma árvore sobre ele, o monumento permanece desmontado, à espera de restauração pela Prefeitura de Franca.

Mas, passados seis meses, a Prefeitura fez de concreto a divulgação de outdoors, pagos com dinheiro público, pela cidade dizendo que a restauração estava sendo trabalhada. Mas isso não aconteceu. 

Agora, quem trouxe "novidade" sobre o assunto foi o Facebook. Em uma publicação da Casa da Cultura e do Artista Franco "Abdias do Nascimento", é afirmado que houve "mais uma reunião deliberativa" com o tema Relógio do Sol. 

Mas o máximo que se chega de um prazo é dizer que a restauração ocorrerá "o mais rápido possível". Curiosamente, a postagem traz três fotos, mas somente o secretário aparece nas mesmas, logo não é possível saber com quem o secretário estava deliberando. Veja a publicação na íntegra: 

"O Secretário de Cultura, Elson Boni, em mais uma reunião deliberativa sobre o projeto restauração do relógio do sol, um dos monumentos mais antigos e importantes da da cidade de Franca - SP.

O interesse da Secretaria de Esporte, Arte, Cultura e Lazer é providenciar o mais rápido possível o restauro deste símbolo e cartão postal da nossa cidade.

Prefeitura Municipal de Franca
Governo Gilson de Sousa 
Compartilhar e Avançar.​"


Artigos Relacionados