​Moradores de conjunto habitacional podem ficar sem água em Franca

Superintendente da Sabesp afirma que, se a dívida não for negociada, fornecimento de água vai parar

Postado em: em Urbanismo

A Sabesp pode cortar o fornecimento de água de quase 500 famílias na zona oeste de Franca nos próximos dias.

A afirmação foi feita pelo ex-vereador e superintendente da empresa em Franca, Rui Engrácia, em entrevista ao ex-vereador Marcelo Valim, que publicou vídeo no seu canal no Youtube.

Rui explicou que no conjunto Bernardino Pucci moram 496 famílias e que há contas atrasadas com Sabesp.

O superintendente disse que estão sendo feitas negociações para resolver o problema, mas que até agora não houve pagamento.

O administrador do condomínio é quem está intermediando a situação entre os moradores e a empresa de fornecimento de água, mas ainda não há uma solução para o problema.

Se o corte ocorrer, certamente, o impacto social de tantas pessoas sem água na cidade será devastador. 

No condomínio, as contas são rateadas entre os moradores e não há medição individualizada.


Artigos Relacionados