Milésimo júri de feminicídio no Brasil é realizado no Estado de São Paulo

Num dos julgamentos, em Ribeirão Preto, pena foi de A pena foi fixada em 18 anos

Postado em: em Justiça

Foi realizado nesta semana no Estado de São Paulo, o milésimo julgamento de feminicídio na Justiça brasileira, desde a edição da Lei nº 13.104/15, conforme dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

A marca foi alcançada durante a 11ª edição da “Semana Justiça pela Paz em Casa”, iniciativa nacional para incentivar o julgamento de crimes contra a vida de mulheres.

Os plenários do Júri dos casos de feminicídio ou tentativa de feminicídio ocorreram, no mesmo dia, nas comarcas de Ribeirão Preto, Taboão da Serra, Paraguaçu Paulista e São Paulo (5ª Vara do Júri).

Em Ribeirão Preto, por exemplo, o júri, presidido pelo juiz Paulo César Gentile, condenou um homem acusado de matar a facadas a ex-namorada. A pena foi fixada em 18 anos de reclusão em regime inicial fechado.

Além dos júris, o TJSP vêm promovendo diversos eventos educativos durante a Semana Justiça pela Paz em Casa. São palestras, oficinas e exposições em todo o Estado com o objetivo de conscientizar a população e incentivar o reforço da articulação da rede protetiva.


Artigos Relacionados