Mesmo aprovados em concurso, médicos não assumem vaga na rede

Profissionais não se interessam por assumir vaga na rede de saúde e população sofre com isso

Postado em: em Saúde

Mais dois médicos aprovados em concursos públicos realizados pela Prefeitura de Franca declinaram de assumir as vagas que seriam suas por direito. Tal situação não é novidade na rede pública de saúde do município.

Os profissionais geralmente desistem em razão de considerarem o salário inicial baixo ou porque não têm a mesma disponibilidade de tempo de quando prestaram o concurso. Neste caso, o certame foi realizado no ano passado e, mesmo com a necessidade de mais médicos na rede, foram chamados somente agora.

A Prefeitura publicou, no Diário Oficial deste sábado, edital convocando dois médicos para substituírem os que não quiseram assumir suas vagas. 

Na publicação oficial, a gerente de serviços de Recursos Humanos, Aline Naques Malta, explica que Ulisses Teodoro de Santana Neto e Gheise Araújo​ "não assumiram efetivamente suas vagas" - ambos para Clínica Geral.

O documento convoca os nomes seguintes da lista de aprovados, William Ferraz Filho e Wladimir Minutentag, para assumir as vagas, no caso até o dia 25 de abril. Caso também declinem, os classificados seguintes deverão ser convocados.


Artigos Relacionados