Justiça Federal edita mais de 100 mil atos em 7 dias de trabalho home office

Magistrados seguem analisando processos e proferindo decisões de forma eletrônica; 15 mil sentenças

Postado em: em Justiça

Em regime de teletrabalho, a Justiça Federal da 3ª Região realizou um levantamento parcial de sua produtividade. 

Em sete dias úteis, no período entre 17 e 25 de março, foram editados pelo menos 101,9 mil atos, incluindo 63 mil despachos, 14,6 mil sentenças, 15,9 mil decisões e quase 3 mil acórdãos. 

São, em média, 14,5 mil atos por dia. Em toda 3ª Região, foram distribuídos 26,6 mil processos. Registrou-se um total de 11,9 mil processos baixados.

Somente no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), foram pelo menos 2,5 mil acórdãos, 2,4 mil decisões e mais de 1,8 mil despachos. 

Na primeira instância de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, as Varas Federais e os Juizados Especiais Federais editaram mais de 88 mil atos, com mais de 61 mil despachos, 14,6 mil sentenças e 12,5 mil decisões. 

Somam-se aos dados 11,4 mil atos das Turmas Recursais. Os números, na realidade, são maiores, pois o levantamento não inclui, ainda, todos os atos dos últimos dias do período de análise.

O Teletrabalho é realizado há mais de 3 anos no TRF3, regulamentado pela Resolução PRES nº 29, de 18 de Julho de 2016

No entanto, para suportar a enorme demanda de magistrados e servidores, foram providenciados novos ajustes e soluções da Secretaria de Tecnologia e Informação - SETI. 

Portaria Pres/Core nº 3/2020 suspendeu prazos judiciais e determinou o teletrabalho na 3ª Região até 30 de abril.

(Assessoria de Comunicação Social do TRF3)


Artigos Relacionados