Grupo francês Carrefour compra 30 lojas da Makro. Franca não deve entrar

O Carrefour vai comprar 30 das lojas da cadeia holandesa Makro no Brasil, anunciou neste domingo, 16, o grupo

Postado em: em Negócios

negócio foi fechado por R$ 1.953 milhões, sendo que as as lojas compradas faturaram, em 2019, R$ 2.800 milhões.

Das lojas, sete estão no estado do Rio de Janeiro, em que o grupo de hipermercados Carrefour quer centrar os seus planos de expansão no Brasil. 

O grupo já está presente em todas as regiões do país, com um total de 190 lojas.

O grupo de distribuição atacadista Makro, pela sua parte, esclareceu que a venda não significa que quer sair do país, onde opera desde 1972.

A Makro explicou que o negócio é parte de uma estratégia de negócios que visa concentrar a maioria das suas operações no estado do São Paulo, o mais rico e mais populoso do Brasil e em que tem 24 das 38 lojas que manterá no país.

Segundo o Carrefour, uma vez que o negócio seja aprovado pelos reguladores, a mudança de marca das 30 lojas implicadas na operação demorará cerca de um ano.

É bem provável que a loja Makro de Franca não entre no negócio. Mesmo porque o Carrefour tem em Franca a loja Atacadão, que atua no mesmo segmento de atacarejo do Makro, o que daria uma superposição de atividades.

O Jornal da Franca já tinha aventado essa possibilidade na primeira notícia que divulgou sobre a proximidade da conclusão do negócio.

Mais detalhes

Segundo o fato relevante, obrigatório para quem negocia ações em Bolsas de Valores, serão adquiridas 30 lojas, das quais 22 são próprias e oito alugadas, além de 14 postos de combustíveis.

As 30 lojas, que somam 165.000 m² de área de venda, apresentaram em 2019 vendas brutas de aproximadamente R$ 2,8 bilhões e possuem grande complementaridade geográfica com as lojas já existentes do Atacadão. 

As unidades estão espalhadas por 17 estados.

“A Transação permitirá ao Atacadão expandir sua presença em particular no densamente povoado estado do Rio de Janeiro (7 lojas) e na região Nordeste (8 lojas)”, afirma o fato relevante.

As novas lojas somam-se às 187 lojas já existentes do Atacadão, “que continuará com seu forte crescimento orgânico”.

Entretanto, a aquisição anunciada não representa a saída do Makro do País.

Segundo o Estadão, a empresa, de propriedade do grupo holandês SHV, pretende se focar, a partir de agora, nos 24 pontos de venda que detêm no Estado de São Paulo.


Artigos Relacionados