Ganhador de R$ 22 milhões na Mega-Sena pode ficar sem prêmio

Dinheiro é repassado ao Fies quando ganhadores não aparecem

Postado em: em Loterias

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O que você faria se perdesse R$ 22 milhões? Essa é a resposta que um apostador deverá dar a si mesmo caso não busque o prêmio da Mega-Sena que ganhou em 1º de setembro deste ano, no concurso 2.074.

De acordo com a Caixa, a bolada não tinha sido reivindicada até as 19h desta quinta-feira (29/11). O banco explica que todos os prêmios de qualquer uma das Loterias Federais prescrevem em 90 dias corridos, a contar da data do sorteio.

Caso o apostador de São Sebastião, no litoral de São Paulo, não aparecer, os valores são repassados ao Fies (Fundo de Financimento Estudantil). A aposta foi feita na lotéria “A Milionária” e custou apenas R$ 3,50.

Mas se engana quem pensa que o caso é isolado. Somente de janeiro até maio deste ano, R$ 128 milhões foram repassados ao Fies por conta de ganhadores que não apareceram para receber os prêmios. Em 2017, o montante chegou a R$ 326 milhões. 

(* Com informações do UOL



Artigos Relacionados