Funcionários da Intervias entram em greve por melhores condições

A área de atuação da Intervias, de 380 km de estradas, abrange 19 cidades e por ela passam 90 mil veículos/dia

Postado em: em Trabalho

Empregados das áreas operacionais da concessionária paralisaram suas atividades . De acordo com os trabalhadores, entre as reivindicações estão melhores condições de trabalho, cumprimento das negociações coletivas e melhorias no convênio médico.

De acordo com o Sindecrep-SP (Sindicato dos Empregados nas Empresas Concessionárias no Ramo de Rodovias e Estradas em Geral do Estado de São Paulo), entidade que representa os empregados da categoria, a Arteris/Intervias foi alertada e chamada para negociar soluções para estes problemas, “porém não só deixou de oferecer propostas, como também tem apresentado uma postura desrespeitosa diante das reivindicações do Sindicato e dos empregados da empresa”, relata o sindicado da categoria.

Diante desta situação, os funcionários da Intervias, representados pelo Sindecrep-SP, decretaram greve até que a concessionária retome as negociações. 

O Sindecrep-SP destaca que continua disposto a dialogar e negociar com o patronal, mas que não medirá esforços para atender às necessidades do trabalhadores da Intervias e que dará todo o apoio aos empregados da concessionária, assim como ficará atento a qualquer ato praticado pela empresa contra a livre manifestação e luta dos trabalhadores grevistas, e tomará as medidas cabíveis caso não sejam respeitadas as regras previstas na Lei nº 7.783/89 (Lei de Greve).

A Intervias, pertencente ao grupo Arteris, é responsável pela operação de 380,3 quilômetros de rodovias, abrangendo 19 municípios da região Centro-Norte do Estado de São Paulo, entre eles Mogi Mirim, Limeira, Piracicaba, Araras e Rio Claro, com um movimento médio de 91 mil veículos diários.

OUTRO LADO

A Arteris Intervias informa que está em andamento a negociação do Acordo Coletivo de 2019. Nos últimos meses, a companhia tem mantido contato constante com o sindicato dos empregados de concessões de rodovias para finalizar as negociações o mais rápido possível. A companhia possui um histórico pautado no respeito à sua equipe e não tem nenhum interesse em adiar esta definição.


Artigos Relacionados