Franca recebe Feira Jovens Empreendedores Primeiros Passos nesta terça-feira, 13

Evento encerra ciclo do programa promovido pelo Sebrae-SP para disseminar a cultura empreendedora

Postado em: em Economia

Cerca de 200 alunos de Franca vão colocar em prática as lições de empreendedorismo que aprenderam em sala de aula durante a Feira Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP).

A feira encerra o ciclo do programa promovido pelo Sebrae-SP para disseminar a cultura empreendedora entre alunos do ensino fundamental para incentivar a criatividade nos jovens e o desenvolvimento com base nos princípios básicos dos empreendedores de sucesso. Toda a população está convidada a participar da feira e comprar os produtos das ‘lojinhas dos estudantes’.

 Em Franca  ela está agendada para o dia 13 de novembro, das 9h às 15h, e terá a participação de 200 alunos do Colégio Piaget. 

O JEPP tem como objetivo criar um ambiente propício à aprendizagem para favorecer o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. Cada sala de aula vai vender um tipo de produto, já que são trabalhados temas específicos para cada ano. Será possível encontrar aromatizadores, muda de temperos naturais, brinquedos ecológicos, locação de jogos e espaços, venda de cachorro-quente, beijinho, limonada, brigadeiro e suco verde.

Por meio de atividades lúdicas, o ambiente da aprendizagem sensibiliza os estudantes a assumirem riscos calculados, a tomarem decisões e a terem um olhar observador para que possam identificar, ao seu redor, oportunidades de inovações, mesmo em situações desafiadoras.

Em cada ano do ensino fundamental é realizada uma oficina específica, no total de nove. No primeiro ano, as crianças de 6 anos trabalham o tema ‘O mundo das ervas aromáticas’ para desenvolver o comportamento empreendedor e vivenciar as etapas de um plano de negócios por meio da montagem de uma loja de ervas aromáticas.

No segundo ano, o tema é Temperos naturais. A partir da ideia de interação com a natureza, propõe-se o plantio e a montagem de uma loja de temperos naturais para vender, por exemplo, mudas de cebolinha e salsinha.

A Oficina de Brinquedos Ecológicos é trabalhada no terceiro ano. A proposta é a montagem de uma oficina de brinquedos ecológicos, elaborados com material reciclável.

No ano seguinte é a vez da Locadora de Produtos. A dinâmica incentiva a diversidade de leitura e de outras formas de entretenimento, sensibilizando as crianças sobre o empreendedorismo por meio da montagem de uma locadora de livros, gibis, brinquedos, games ou vídeos.

No quinto ano, o tema Sabores e Cores trabalha o alimento como uma grande oportunidade de negócio. Os alunos montam uma empresa de produtos alimentícios, priorizando produtos naturais, e aprendem sobre clientes, concorrentes e produtos. O sexto ano trabalha com a Eco Papelaria.

Em seguida é a vez do Artesanato Sustentável para promover uma reflexão sobre importância da sustentabilidade para o planeta Terra. O Empreendedorismo Social é tema do oitavo ano. No nono e último ano, os alunos têm a possibilidade de criar e promover o próprio negócio.


Artigos Relacionados