​Franca ainda sob tensão: Rede de Supermercados Walmart fecha mais 13 lojas

Funcionários da unidade Walmart de Franca, no Jardim Francano ainda não se sentem tranquilos

Postado em: em Comércio

Walmart de Londrina está na lista dos cortes da multinacional (Foto Reprodução)

A rede de supermercados Walmart confirmou o fechamento de 13 lojas no Paraná e informou que parte dos funcionários aderiu à demissão voluntária.Em Curitiba, região e litoral, oito lojas fecharam as portas no dia 31 de dezembro.

Por causa do fechamento de lojas em Passos, Marília e em cidades do sul do País, os funcionários da unidade Walmart de Franca, no Jardim Francano ainda não se sentem tranquilos. Este estado de tensão continua mesmo depois que a Assessoria de Comunicação da rede, respondendo a e-mail deste Jornal da Franca, afirmou que a loja de Franca não será submetida a cortes que estão ocorrendo em lojas, de acordo com critério de produtividade na rede.

No Paraná foram seis unidades do Mercadorama na capital paranaense e unidades do Todo Dia em Paranaguá e em Pinhais. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Mercados de Curitiba e Região (Siemerc), dos 477 trabalhadores da região, 189 foram desligados e 288 foram realocados para as demais unidades.
Em Londrina, a loja do Maxxi Atacado encerrou as atividades e 63 trabalhadores foram demitidos, enquanto 38 foram transferidos. A rede também confirmou o fechamento de um Mercadorama em Umuarama, e de supermercados BIG em Toledo, Ponta Grossa e Maringá.

A empresa não informou o número de demitidos nessas unidades. Os funcionários que foram demitidos terão todos os direitos trabalhistas assegurados e terão o plano de saúde mantido por seis meses.

As primeiras rescisões serão assinadas nesta semana. A empresa confirmou que não há perspectiva de novos fechamentos e de novas demissões, apesar de afirmar que as lojas que restaram terão sobras de 10 a 15 funcionários.


Artigos Relacionados