Covid-19: Cristais Paulista proíbe entrada de ciclistas na cidade até 14 de julho

Medida visa evitar infecções por Covid-19. Município recebe 1.500 amantes dos pedais por fim de semana

Postado em: em Cidades

A Prefeitura de Cristais Paulista (SP) proibiu, até o dia 14 de julho, a entrada de ciclistas esportivos de outras cidades como forma de evitar a transmissão da Covid-19 entre os moradores. 

O município, de 8.600 habitantes, tem sete casos confirmados da doença e nenhuma morte.

Cristais faz parte do Departamento Regional de Saúde 8, com sede em Franca, e está na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva e que só permite o funcionamento de serviços considerados essenciais.

Todos os dias, por meio de uma barreira sanitária, profissionais de saúde medem a temperatura e distribuem máscaras aos motoristas que chegam à cidade.

Aglomeração na praça​

A Prefeitura estima que ao menos 1.500 ciclistas das cidades no entorno de Cristais saem, todos os finais de semana, para pedalar na região. 

No município, eles param na praça central para descansar e conversar. Isso aumentou a preocupação da administração municipal.

"Muitos deles evitam usar máscara. Nós orientávamos, pedimos. Então, para não causar nenhum problema maior depois de tantas tentativas, nós resolvemos, por meio de um decreto lei, que até dia 14 está proibida a entrada de ciclistas da parte esportiva na nossa cidade", explica Ludmar Bertinatto, secretário de esportes.

O coordenador de desenvolvimento Gleisson de Paula pedala de quatro a seis vezes por semana. Morador de Franca, ele tinha o costume de passar por Cristais Paulista e aprovou a decisão da Prefeitura.

“Eu acredito que toda medida protetiva, no atual momento que o mundo passa, é bem vinda”, afirma.

O filho dele, Herus Henrique Mendes, de 10 anos, concorda com o pai, companheiro de pedal. O garoto grava vídeos e publica na internet com dicas para os ciclistas cuidarem da saúde neste momento de pandemia.

“É para as pessoas se conscientizarem do uso da máscara, de passar álcool em gel quando não puder lavar as mãos com água e sabão, para gente pode voltar ao normal”, diz.

Já o pespontador Luan Ferreira Barbosa não achou certo o decreto que restringe a entrada dos ciclistas de outras cidades em Cristais Paulista.

“Proibir mesmo o ciclista de passar dentro da cidade não convém muito não. Agora, se o ciclista tiver consciência, usar máscara, e passar seguindo seu rumo, aí sim eu acho correto”, fala.



Artigos Relacionados