Compras emergenciais da Prefeitura na pandemia são alvo do Observatório

Dados serão avaliados de acordo com metodologia desenvolvida pela Transparência Internacional

Postado em: - Atualizado em: em Política

O objetivo da iniciativa é mostrar em que medida a Prefeitura de Franca consegue prover acesso pleno, ágil e simples às informações

​O Observatório Social do Brasil – Franca divulgará nesta quinta-feira (6) os resultados da avaliação da transparência de contratações emergenciais para combate da COVID-19 na cidade de Franca (SP).

Os dados baseiam-se na mesma metodologia do Ranking de Transparência no Combate à COVID-19 - Estados e Capitais Brasileiras, lançado pela Transparência Internacional - Brasil em 21 de maio.

O objetivo da iniciativa é mostrar em que medida a Prefeitura de Franca consegue prover acesso pleno, ágil e simples às informações sobre as contratações emergenciais realizadas em resposta à pandemia.

De posse dessas informações, a imprensa, a sociedade civil e os órgãos de controle terão um instrumento a mais para monitorar as ações do poder público local no enfrentamento ao novo coronavírus.

Os critérios de avaliação estão baseados nas Recomendações para Transparência de Contratações Emergenciais em Resposta à COVID-19, documento lançado no início de maio pela TI Brasil.

ATIVIDADES DO OBSERVATÓRIO

O OSBFranca atua no monitoramento das licitações municipais e da produção legislativa, assim como na inserção de empresas locais nas compras públicas, construção dos Indicadores da Gestão Pública e em ações de educação para a cidadania.

O objetivo é contribuir para o fortalecimento do controle social e disseminação da cultura da cidadania em favor de um país “Área Livre de Corrupção”.

Democráticos e apartidários, os Observatórios Sociais – OS estão presentes em mais de 150 cidades de 17 estados brasileiros e já conseguiram, nos últimos 4 anos, pela atuação de mais de 3 mil voluntários, uma economia estimada em R$ 3 bilhões nas compras públicas.


Artigos Relacionados