Como ser uma pessoa melhor: 5 dicas preciosas de especialistas

Se você quer saber como ser uma pessoa melhor, esses conselhos são para você

Postado em: em Comportamento

“Como ser uma pessoa melhor?” 

Essa é a pergunta que muitas pessoas procuram desvendar. 

Aqui vai uma lista com cinco dicas sugeridas pelo movimento Psicologia Positiva, criado por Martin Seligman, se você quiser saber por onde começar.

1 Faça uso da regra dos 20 segundos

Qual a diferença entre ter uma meta e realmente atingi­‑la? 

Apenas 20 segundos, diz Shawn Achor, guru da Psicologia Positiva. 

Pesquisadores aprenderam que quando conseguimos eliminar 20 segundos do tempo inicial necessário para uma tarefa, a tendência a prosseguir é muito maior. 

Assim, por exemplo, se quiser fazer exercícios pela manhã, deixe os tênis e as roupas de ginástica junto à cama na véspera. 

Ou, se quiser passar a elogiar mais os outros, crie o hábito de deixar um bloco de papel e uma caneta na escrivaninha para escrever bilhetes de agradecimento.

Essa “energia de ativação” te ajudará a conquistar seus objetivos mais facilmente e ser uma pessoa melhor. 

2 Para se sentir melhor, imagine o pior

Não conte bênçãos; subtraia­‑as.

Passe alguns minutos imaginando como seria a sua vida sem as coisas boas”, diz Timothy Wilson, psicólogo da Universidade da Virgínia, nos EUA. 

Você terá sentimentos mais fortes de amor, gratidão e felicidade se pensar em como seria a vida sem as pessoas e coisas que ama. 

“E elas voltarão a parecer surpreendentes e especiais”, acrescenta ele.

3 Concentre­‑se menos nas crianças, mais no cônjuge

Provavelmente você já dedica aos filhos bastante tempo de qualidade, diz
Stephanie Coontz, diretora de pesquisa do Conselho da Família Contemporânea, nos Estados Unidos. 

Os pais de hoje passam muito mais tempo com os filhos do que os pais de 1965, quando a maioria das mães nem sequer trabalhava fora. Com quem você deveria ficar?

Com o cônjuge e outros adultos, diz Coontz. Um casamento vivo e romântico exige renovação constante: novas histórias, experiências e lembranças.

Cancele de vez em quando a noite em família e dê uma escapada com o (a) parceiro(a). Melhor ainda, marque encontros com um casal amigo.

4 Ponha­‑se no lugar dos outros

Se você se envolveu num círculo de autocríticas sem fim por causa de algum erro, pare. 

Além de ajudá­‑lo a atingir suas metas, ser mais tolerante consigo também vai deixá­‑lo mais feliz e menos estressado, dizem os pesquisadores que lideram novos trabalhos sobre a compaixão.

Para estimular a autocompaixão, tente escrever para si uma carta sobre algo com que vem lutando, como se fosse um amigo de confiança, sugere Kristin Neff, professora do Departamento de Psicologia na Universidade do Texas, nos EUA.

“Imagine que você é um amigo compreensivo e pense: o que essa pessoa me escreveria sobre essa situação? O que diria sobre o que estou passando?”, diz ela. 

“Verificamos que, para a maioria, é bem mais fácil ser autocompassivo quando finge ser outra pessoa.”

5 Aprecie as pequenas belezas da vida

Quanto mais você treinar os seus olhos para captar a beleza da vida, mais otimista e agradecido você será. 

Para isso, é preciso direcionar atenção para os pequenos acontecimentos do cotidiano que levam alegria para o seu coração.

Em vez de focar nos problemas e dificuldades encontradas no dia a dia, direcione sua atenção para tudo que você conseguiu conquistar até aqui. 

E faça do amanhã um terreno fértil para os seus sonhos.


Artigos Relacionados