Com estoque 70% abaixo do ideal, Santa Casa pede doações de leite materno

Banco de leite é responsável por alimentação de recém-nascidos internados na UTI do hospital

Postado em: em Saúde

O estoque de leite materno está 70% abaixo do necessário na Santa Casa de Franca. A diminuição se deve a um aumento na quantidade de recém-nascidos internados na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do hospital. No momento, 18 bebês dependem deste leite.

A nutricionista Tatiane Santos diz que toda mãe que estiver saudável e tiver uma produção excedente de leite pode se tornar doadora. 

Ela explica que a mulher não precisa ir à Santa Casa, pois a entidade faz coleta domiciliar uma vez por semana. "A gente fornece todo o material que é necessário: o vidro esterilizado, os materiais para desparamentar, a toca, a máscara. A gente ensina a mãe a como fazer essa ordenha, seja ela manual, ou se ela tiver uma bombinha elétrica e o prazo de armazenamento", diz.

Tatiane ressalta que a doação não prejudica a produção de leite ou a amamentação. "Quanto mais você estimula, quanto mais você ordenha, mais leite a mãe produz, então isso não vai, de maneira alguma, prejudicar o bebê dela", diz.

Para doar presencialmente, basta ir à maternidade da Santa Casa, que está localizada na Rua Dr. Júlio Cardoso, nº 1826, no Centro. De segunda a sexta-feira, o horário de atendimento é das 7h às 12h e das 13h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, o banco de leite recebe doações das 7h às 10h e das 13h30 às 17h30.

Já para as mães que querem fazer doação domiciliar, basta ligar para o banco de leite, no telefone (16) 3711-4121, que os funcionários da entidade vão até a residência para levar o material de coleta e fornecer orientações.


Artigos Relacionados