Chás e seus benefícios

Postado em:

Uma xicara de chá todos os dias é um hábito que pode fazer muita diferença: o consumo de chás e/ou infusões! Faça infusão para flores e folhas, ferva a água, desligue o fogo, coloque as ervas e abafe por aproximadamente 10 minutos, cada infusão tem seu binômio tempo/temperatura, para facilitar a vida faça isso 10 minutos de infusão. Para cada infusão de 250mL, use 1 colher de sopa da erva. Faça chás na forma de decocção, ou seja, faça para raizes e cascas, coloque as raízes ou cascas na água,ferva junto por 5 a 10 minutos. Faça doses também de 250mL com as ervas. Os chás/infusões que mais se usam são:

  • Com efeitos diuréticos: carqueja, cavalinha e hibisco. Os dois primeiros são muito amargos, misturo então com canela ou anis ou maçã verde
  • Anti-inflamatórios: atividade importante no gerenciamento do peso, uso gengibre, hibisco, moringa, canela, chá verde, casca de laranja, matcha, chá de romã, Tulsi (Holy Basil)
  • Potencializares do sono: erva-cidreira, erva-doce, camomila, mulungu
  • Para dores de estômago: alfavaca, funcho, erva cidreira, espinheira-santa
  • Para dores articulares: canela-de-velho, moringa, gengibre
  • Pra distensão abdominal: erva cidreira, gengibre, funcho, folha de stevia, cravo
  • Para TPM: folha de amora, camomila, dente-de-leão
  • Para namorar: cardamomo, canela, feno grego, gengibre, marapuama


Já fez seu chá hoje? Vai lá, faz um chazinho agora depois que leu esse texto, são tantos benefícios. Esses são os clássicos e que podem ser usados ao longo da semana. Como tudo na vida existem particularidades, muitas pessoas podem não se sentir bem com alguns chás e infusões, procure sempre auxílio profissional!


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Safra do mês de Junho

Postado em:

Aproveite o período de safra de cada alimento para comer melhor e por um preço menor. Em cada mês do ano, há frutas, legumes, verduras e pescados em sua época mais propícia, o que favorece o desenvolvimento do alimento. 

Por ter sido produzido em condições climáticas ideais, o alimento consegue se desenvolver melhor, oferecendo uma qualidade nutricional maior. Seus nutrientes se encontram nas quantidades mais adequadas possíveis, além de oferecer sabor e aroma mais intensos.

Outra vantagem de consumir alimentos na safra é que, nesse período, o cultivo pode dispensar aditivos químicos. 

Teoricamente, os alimentos não recebem agrotóxicos e hormônios na safra. Esses aditivos são capazes de contaminar frutas, legumes e verduras, o que pode causar reações no organismo, como alergias e intolerâncias.

Então, na hora das compras de hortifruti vamos priorizar os alimentos da safra:

  • Abacate fortuna/quintal
  • Atemoia
  • Banana maçã
  • Caqui
  • Carambola
  • Cidra
  • Cupuaçu
  • Figo
  • Graviola
  • Jaca
  • Kiwi nacional
  • Laranja baia
  • Laranja lima
  • Lima da Pérsia
  • Maçã Fuji e Gala
  • Mexerica
  • Tangerina poncam

  • Abóbora Japonesa, Paulista e Seca
  • Abobrinha brasileira
  • Batata doce amarela e rosada
  • Cará
  • Inhame
  • Mandioca
  • Mandioquinha
  • Milho verde
  • Ervilha torta

  • Gengibre

  • Agrião
  • Espinafre
  • Rabanete
  • Salsa

PENSANDO NAS FESTAS TÍPICAS

  • Amendoim
  • Canjica
  • Milho de pipoca
  • Pinhão

Bem-vindo, Junho!!!

*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

25 Efeitos do excesso do açúcar na sua saúde

Postado em:

Querem saber como o consumo habitual de açúcar pode interferir na sua saúde?

Vejam só:

  • Aumenta os riscos de doenças cardiovasculares
  • Pode provocar cáries e queda dos dentes
  • Alimenta células cancerígenas
  • Pode levar à depressão ou provocar sintomas depressivos
  • Contribui para obesidade, diabetese síndrome metabólica
  • Pode prejudicar a visão e levar ao desenvolvimento de cataratas
  • Causa constipação e altera a microbiota intestinal (disbiose)
  • Provoca desidratação em recém-nascidos
  • Contribui para o envelhecimentoprecoce
  • Altera a estrutura do colágenoe contribui para o aparecimento (muitas vezes precoce) de rugas na pele
  • Em crianças, pode provocar hiperatividade, ansiedade, dificuldade de concentração e alterações de humor
  • Interfere no equilíbrio hormonal (alguns hormônios se tornam inativos e outros hiperativos sob influência do açúcar)
  • Contribui com doenças degenerativas do cérebro (como Alzheimer) e perda de memória
  • Piora os sintomas da TPM, cólicas menstruais e quadros de SOPe endometriose
  • Interfere no funcionamento regular das glândulas adrenais (que produzem hormônios importantes como cortisole noradrenalina)
  • Debilita a imunidade
  • Aumenta a produção de estrogênioem homens, levando a diversas alterações metabólicas
  • Interfere no funcionamento adequado da tireóide
  • Pode acionar gatilhos de transtornos alimentares em pacientes diagnosticados
  • Aumenta o apetitee dificulta a percepção de saciedade
  • Provoca hipoglicemia (efeito rebote)
  • Contribui com a instabilidade emocional e do humor
  • Prejudica a função renal
  • Prejudica a função hepática (esteatose / “fígado gorduroso”)
  • Contribui com a formação de celulite

É lógico que aqui estamos falando sobre o consumo REGULAR de açúcar. Comer ocasionalmente e com equilíbrio não irá provocar danos graves à saúde (a menos que você tenha alguma condição específica), no máximo um desconforto gastrointestinal, apetite aumentado, dor de cabeça, inchaço, espinhas e irritabilidade nos dias seguintes ao consumo.


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Limão afina o sangue?

Postado em: - Atualizado em:

É bem comum ouvir de pais, mães, avós (ou quem quer que seja, na verdade) ditados e crenças populares. Especialmente no que diz respeito à saúde.

Muitos com certeza já ouviram a seguinte afirmação: "Limão afina o sangue". Mas, o que ela quer dizer?

Na verdade, existe uma má concepção acerca da palavra AFINAR.

No contexto do consumo de limão, afinar se refere a... limpar! Eliminar impurezas, facilitar a circulação e melhorar a viscosidade do sangue.

Explico.

Para entender, vou falar sobre outro mito: "limão acidifica o organismo, faz mal ao estômago".

Não poderia estar mais longe da verdade!! O limão se trata de um grande presente da natureza.

Possui capacidade altamente digestiva, mineralizante, destoxificante e alcalinizante. Sim: alcalinizante.

Apesar de se tratar de alimento ácido ao paladar, uma vez que chega ao estômago, o ácido cítrico reage quimicamente com o meio ao seu redor e se combina com os Minerais Alcalinizantes (cálcio, zinco, ferro, magnésio, etc) produzindo citratos alcalinos e transformando imediatamente o pH.

O pH é uma unidade de medida utilizada para avaliar a acidez ou alcalinidade das substâncias que pode ser classificada de 0 a 14 (do mais ácido para o mais básico)

Para simplificar:

pH = 0 (máximo de acidez)
pH = 7 (neutro)
pH = 14 (máximo de alcalinidade)

O pH ideal do sangue se situa entre 7,36 e 7,42 portanto, levemente alcalino.

Importante destacar que a saúde depende, inevitavelmente da qualidade das células, que por sua vez, depende de seu equilíbrio ácido-base (pH).

Cerca de 65% da massa total do corpo humano é formado por seus líquidos corporais e o sangue, dentre eles, é o grande transportador, solvente, mediador, provedor de nutrientes e oxigênio e agente de ligação entre órgãos e tecidos.

Cuidar de seu equilíbrio é, portanto, cuidar da própria saúde!

O excesso de acidez no pH sanguíneo abre as portas para uma série de desequilíbrios e condições: dentre elas, já foram identificadas úlceras, osteoporose, fadiga, depressão, artrite e problemas de pele.

Quer saber o que causa acidez em seu organismo?

Sua alimentação! Alimentos ricos em farinhas brancas, processados, frituras, repletos de químicos, aditivos e conservantes.

Bolos, refrigerantes, salsichas, embutidos, enlatados, batatas fritas, salgadinhos, bebidas alcoólicas, biscoitos, pizzas congeladas, etc.

A partir do momento em que acidificamos o pH, o corpo inicia seu processo natural para retornar ao equilíbrio e passa a utilizar substâncias que estariam sendo usadas em outras funções.

Uma dessas substâncias é o cálcio. se sua alimentação está constantemente acidificando o seu corpo, fazendo com que ele precise "se virar" para retornar ao seu estado saudável e acabando com o estoque de certos nutrientes... fica muito claro que em um futuro próximo as consequências serão duras!!

Voltando à capacidade do ácido cítrico de se combinar com metais, tais combinações formam sais que além de alcalinos, como já citado, são solúveis: o que facilita a absorção desses minerais pelo organismo, aumentando sua biodisponibilidade.

Todo esse processo atua contra a viscosidade do sangue, melhorando sua fluidez, promovendo prevenção contra uma série de doenças cardíacas e por fim, criando o tal ditado de que "afina o sangue".

O consumo de água morna com limão pela manhã é um ótimo hábito que promove a desintoxicação do organismo, além de auxiliar no processo de alcalinização do pH.


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Prováveis erros que estão separando você dos seus resultados!

Postado em:


Veja com quantos itens abaixo você se identifica:

1. Você não dorme o suficiente ou seu sono não tem boa qualidade
2. Você trocou o pão branco pela tapioca e come todos os dias e/ou mais de uma vez ao dia, afinal “não tem glúten, então emagrece”
3. Você continua tomando sucos de frutas industrializado, ou coados e adoçados
4. Você usa anticoncepcional
5. Você consome bolachas e barrinhas “fit” com 74 grãos como lanches diários (e quase sempre excede nas porções)
6. Você acha que a gordura natural dos alimentos vai engordar ou causar problemas ao coração
7. Então continua comendo seu filé frango grelhado magro e seco com salada com “um fiozinho só” de azeite de oliva - e continua com fome
8. Come tudo zero, diet, light, fit e em poucas quantidades, pois continua contando calorias, e continua sempre com fome (o que cansa qualquer mortal)
9. Seu intestino não funciona bem
10. Você vive constantemente sob forte stress (o que afeta seu sono e pode provocar crises de compulsão alimentar)
11. Você continua fazendo “exceções” todo o fim de semana, achando que tem controle sobre o que está ingerindo
12. Seu consumo de álcool continua alto e/ou frequente (especialmente se você consome bebidas como cerveja)
13. Você consome queijos e embutidos (em algumas pessoas, pode travar o emagrecimento ou engordar) ou excede nestes
14. Você consome castanhas demais (oleaginosas também possuem carboidratos, e geralmente as pessoas comem mais que o necessário)
15. Você trocou os farináceos por versões glúten free feitas com farinhas ricas em carboidrato (de arroz, por ex) - e geralmente consome todos os dias, mais de uma vez ao dia, em porções generosas
16. Você come sem fome e continua comendo mesmo saciado(a)
17. Você se alimenta com muitas distrações (tv, celular)
18. Você continua comendo pouco e se exercitando muito (geralmente aeróbicos extensos para "queimar mais do que ingeriu”)
19. Sua tireóide está sob stress fisiológico e/ou ambiental/estilo de vida
20. Você possui deficiências nutricionais que aumentam o desejo/compulsão por determinados alimentos.

Post não substitui consulta! Converse sempre com os profissionais capacitados.


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Alimentos não podem ser comparados por calorias!

Postado em:

Alimentos não podem ser comparados por calorias. Mas sei que é uma dúvida comum, sempre me perguntam: Nutri: o pão integral tem mais caloria que o normal, posso consumir o pão branco? Você já se perguntou isso ao comparar algum alimento? Deixa eu te explicar a forma correta de escolher alimentos ideais para você:

  • Não foque na caloria, alimentos integrais, gorduras boas, oleaginosas possuem muita caloria e são ótimos alimentos.
    Descubra sua origem! Alimentos naturais devem ser priorizados, alimentos ultraprocessados mesmo em suas versões light, diet ou zero gordura receberão adição de substâncias que não fazem bem para você.
  • Foque no que sacia! Às vezes você pode ter as mesmas calorias comparando dois alimentos, mas um deles sacia muito mais que outro. Essa é a dica! Pense agora o que sacia mais, 100g de macarrão tradicional ou 100g de batata doce?
  • Faça combinações perfeitas. Eu poderia escrever um post sobre isso! Se você consome um carboidrato com proteína ou gordura boa, faz melhor do que apenas consumir o carboidrato por exemplo. Além disso, muitos minerais e vitaminas juntos funcionam melhor do que consumidos separadamente! Por exemplo: a vitamina C + vitamina E são melhores do que consumidas separadamente.
  • O preparo pode mudar o alimento! Digo isso para diversos exemplos: uma laranja é melhor do que o suco da mesma laranja, mesmo sem açúcar! A batata doce é melhor cozida do que assada e por aí vai. Vai depender do tipo de alimento, mas essas variações ocorrem devido ao índice glicêmico ou ao poder de resistência do óleo ao calor.
  • Por último: Escolha alimentos naturais, prepare de forma correta e faça boas combinações. Nada de ficar por aí contando caloria, até porque o que engorda é o balanço dessas calorias no final de determinado período.

Então se hoje for dia de macarrão tradicional ou de abobrinha se preocupe em seguir as 5 dicas que te dei acima e procurar um nutricionista para montar um plano alimentar que combine com o que você gosta! 


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Benefícios da Pipoca

Postado em: - Atualizado em:

Um estudo realizado pelo periódico Journal of the American Dietetic Association já havia evidenciado que o consumo do grão de milho poderia ser uma estratégia não tão ruim como pensávamos. 

Além disso, outra pesquisa realizada pela Universidade de Scranton (EUA) demonstrou que a pipoca possui mais antioxidantes (polifenóis) que ALGUMAS frutas e verduras.
O amido presente na pipoca também é muito relevante: o amido resistente, como é chamado, é um bom tipo de carboidrato que não provoca elevações repentinas das taxas de açúcar no sangue, não provocando poços insulinêmicos, foiçarão e inflamação. Isso significa que ele também pode garantir a sensação de saciedade por mais tempo.
MAS ATENÇÃO: Não recomenda-se a ingestão diária, é muito cuidado com as quantidades obviamente! Quero dizer com este post que, para consumo esporádico eventual, principalmente se você comprar o grão Orgânico e não geneticamente modificado (difícil encontrar), não terá malefícios e talvez ainda aproveitará de benefícios!
Outra coisa: no contexto geral, vegetais sempre serão mais saudáveis do que pipoca (recado aos que adoram se enganar e modificar informações escritas!)
Enfim, é preciso tb estar atento ao PREPARO da pipoca:

  • Para estourá-las de maneira mais saudável, utilize um pouco de água no fundo do recipiente ao invés de óleo de soja, canola, girassol e etc. Ou escolha Óleo de Coco, Azeite de Oliva, Manteiga, Banha de porco.
  • Substitua o sal comum por seus substitutos integrais e infinitamente mais saudáveis (Sal Marinho, Flor de Sal, Sal Rosa não falsificado, ou Real Salt da Redmont - o meu preferido). Ou ainda por ervas secas ou frescas como orégano, tomilho ou alecrim.

Mais saúde ainda é nutrientes tops? Misture na pipoca a CurcuFresh (Now) e Levedura Nutricional (Now)!

IMPORTANTE: não estou falando aqui das pipocas de microondas, com sabores variados, corantes, conservantes e químicos e toxinas terríveis contidas no revestimento! 


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Quais os alimentos quebram o jejum intermitente?

Postado em:

O que quebra o jejum Intermitente (JI)?

Vale ressaltar que no jejum o combustível energético são os corpos cetônicos provenientes das gorduras, espera-se que do nosso tecido adiposo de reserva. Mas até isso acontecer uma orquestra de genes e fatores transcricionais são ativados e outros silenciados.

O JI é planejado e programado por um tempo determinado, 16 horas, 18 horas, 24 horas… Pode ser realizado 1, 2 ou 3 vezes por semana e, dentre os genes e fatores modulados destaco a expressão de fatores como a SIRT-1 e PGC1-alfa, ambos envolvidos na melhora da resposta antioxidante e anti-inflamatória. No JI de 18 horas, por exemplo, faz-se a última refeição às 18h00 e realiza-se a próxima refeição às 12h00, o almoço do dia seguinte. Basicamente não se faz ceia e café da manhã contendo macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras), então tudo que contenha tais macronutrientes quebra o jejum.

Café sem açúcar não quebra jejum, chás não quebram jejum, shot de limão com cúrcuma não quebra jejum.

Sucos, óleos, shakes contendo whey, BCAA, glutamina quebram jejum, ou seja, se alimento contém carboidrato, gordura ou proteína o jejum é quebrado, a produção endógena de corpos cetônicos é quebrada.

Procure auxílio profissional para ajustes individuais. 


*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Alimentos que ajudam no tratamento da Candidíase vaginal

Postado em:

A Cândida é um fungo que habita a nossa microbiota intestinal e, em condições normais, o nosso sistema imunológico impede que o fungo se multiplique desordenadamente. No entanto, em condições em que a nossa imunidade está comprometida, quando há alteração importante na nossa microbiota intestinal ou em casos de desordens hormonais, o fungo se multiplica descontroladamente, causando a infecção.

São gatilhos para estas desordens:

  • Consumo de carboidratos refinados, açúcar/adoçantes, fermentados e industrializados ou alimentos contaminados com o fungo.
  • Alterações hormonais, estresse e uso continuo de anticoncepcionais;
  • Supressão imunológica;
  • Exposição a toxinas ambientais - metais tóxicos, medicamentos, poluição.
  • Falta de atividade física

A alimentação inadequada pode favorecer a multiplicação do fungo, pois suprime o sistema imunológico, servem de alimento para os fungos fermentar e se multiplicar ou são fonte de contaminação devido ao armazenamento inadequado e contaminação no cultivo; por isso devemos evitar:

  • Açúcar refinado, balas, doces, biscoitos, pão branco e massas e alimentos industrializados
  • Castanhas, nozes, frutas secas, amendoim e seus produtos como manteiga de amendoim e paçoca;
  • Alimentos e bebidas fermentadas;
  • Consumo de bebidas alcoólicas, mesmo em pequenas quantidades


E o que devemos priorizar, para tratar o problema:

  • Alimentos antifúngicos como alho e óleo de coco, que combatem o crescimento do fungo
  • Alimentos antinflamatórios como curcuma, peixe, linhaça, pimenta caiena, pois modulam o sistema imunologico e tem açã antioxidante e antimicrobiana. 
  • Probióticos que favorecem o crescimento de bactérias benéficas no intestino, diminuem as bactérias chamadas patogênicas, melhorando a saúde intestinal.

*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras

Conheça os benefícios do Broto de Feijão

Postado em: - Atualizado em:

Também conhecido como Moyashi, o broto de feijão é versátil, repleto de benefícios.

O broto auxilia na saúde do intestino: seu alto teor de fibras auxilia no processo de defecação e eliminação de impurezas do organismo. E vcs que me acompanham já sabem o quanto a saúde intestinal é de suma importância para a manutenção de uma série de processos do corpo, incluindo o funcionamento correto do sistema imunológico e do cérebro.

Dentre os nutrientes encontrados no broto de feijão, destaco:

  • Vitamina B
  • Vitamina C
  • Vitamina B6
  • Vitamina K
  • Fósforo
  • Cálcio
  • Ferro
  • Manganês
  • Magnésio
  • Potássio
  • Ômega 3

Por ser rico em Ferro, o consumo do broto de feijão (bem como do feijão) pode ser um bom aliado na prevenção de quadros de anemia e outras tantas condições relacionadas à falta de quantidades suficientes de Ferro.

A alimentação, pode ser seu remédio ou sua doença. A escolha sempre será sua!

*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras