China descobre 630 novos tipos de coronavírus de morcego e emite alertas

Muitos desses vírus têm alto potencial de transmissão entre espécies, diz cientistas em alerta para o mundo

Postado em: em Ciência

O surgimento do SARS-CoV-2 acionou alertas na comunidade científica chinesa, que decidiu determinar quantos tipos de novos coronavírus a humanidade poderia enfrentar.

E os resultados são preocupantes. Centenas de novos tipos de vírus foram encontrados nos morcegos analisados.

O jornal espanhol El País teve acesso a um esboço de um estudo realizado pelo Instituto de Virologia Wuhan, no qual foram analisados ​​vários tipos de morcegos, nos quais foram encontradas 1.200 sequências genéticas de coronavírus, 630 delas novas.

O ecologista boliviano Carlos Zambrana, da EcoHealth Alliance, organização que trabalha no projeto com o Instituto Chinês, disse que "é muito provável que veremos novas pandemias no futuro".

Muitos desses novos tipos de coronavírus têm "alto potencial de transmissão entre espécies", o que torna a situação mais preocupante e aumenta o medo de novas pandemias.

O estudo identifica que "o sudoeste da China é um centro de diversificação" desse tipo de vírus e identificou os morcegos-ferradura como as possíveis espécies que teriam originado o Covid-19.


Artigos Relacionados