Anabolizantes: suspeitos de vendas pelos Correios são presos em Ribeirão Preto

Presos devem cumprir prisão temporária; penas para os crimes variam de 12 a 21 anos de prisão

Postado em: em Segurança

Três pessoas foram presas e 12 mandados de busca cumpridos na manhã desta terça-feira (20) em Ribeirão Preto (SP) no âmbito da Operação Pedidos Justus, que investiga o comércio ilegal de anabolizantes enviados por meio dos Correios. Um homem é considerado foragido.

Em nota, a Polícia Federal informou que a investigação teve início depois que os Correios apreenderam encomendas contendo anabolizantes, postadas em Ribeirão Preto e com destinatários em diversas cidades brasileiras – os locais não foram informados.

Os investigadores buscaram então as imagens das câmeras de seguranças das agências onde as encomendas foram postadas e identificou um dos suspeitos, que acabou preso em 21 de fevereiro deste ano. Ele apontou os demais integrantes da quadrilha.

Ainda segundo a PF, os presos devem cumprir prisão temporária e responderão pelos crimes de comércio de medicamentos ilegais, associação criminosa e falsidade ideológica, cujas penas variam de 12 a 21 anos de prisão.

*Por G1


Artigos Relacionados