Ação conjunta do MPSP, Juizado e MPT garante doação de computadores

Instituições de acolhimento do município de Franca receberam 12 equipamentos novos

Postado em: em Tecnologia

Crianças e adolescentes confirmaram dificuldades impostas pelo ensino remoto, que tem sido adotado em decorrência das medidas sanitárias de combate ao contágio pela covid-19

Atuação integrada entre a Promotoria da Infância e Juventude de Franca, o Juizado Especial da Infância e Adolescência da Justiça do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho em Ribeirão Preto garantiu a doação de 12 computadores novos para instituições de acolhimento em Franca.

A necessidade dos equipamentos foi inicialmente apontada em reunião do Fórum Municipal de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente e confirmada a partir de visitas de inspeção nas instituições pelo Ministério Público. 

Nessas ocasiões, crianças e adolescentes confirmaram dificuldades impostas pelo ensino remoto, que tem sido adotado em decorrência das medidas sanitárias de combate ao contágio pela covid-19.

Os computadores, dotados de câmeras para garantir contato pessoal com professores, foram adquiridos a partir de doação oriunda de ação coordenada entre o Juizado Especial da Infância e Adolescência da Justiça do Trabalho de Franca e Procuradoria Regional do Trabalho em Ribeirão Preto, que tem possibilitado a destinação de valores decorrentes de ações civis públicas que tramitam na Justiça do Trabalho a projetos e iniciativas que visem a garantir a proteção integral e prioritária a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.



Artigos Relacionados