“A MÚSICA E OS MÚSICOS” “BROTHERS IN ARMS”

Postado em:


O quinto álbum de estúdio do grupo britânico Dire Straits foi o primeiro disco da banda a chegar ao topo da parada norteamericana, onde permaneceu por nove semanas, além de ter se tornado multiplatina. Gravado no Air Studios, em Montserrat, também tornou-se o mais vendido na Grã-Bretanha em 1985, onde passou três meses no primeiro lugar de vendas. Foi ainda o primeiro CD a vender um milhão de cópias.

Formado à épocapor Mark Knopfler (guitarrista), John Illsley(baixista), Alan Clark e Guy Fletcher(tecladistas) e Terry Williams(baterista), o grupo tornou mundialmente consagradas pelo menos 4 músicas: Brothers is Arms ( que dá nome ao disco), So Far Away, Walk Of Life e Money For Nothing, que tem como co-autor, ninguém menos que Sting e que veio a tornar-se o maior sucesso entre elas, principalmente na Europa e Estados Unidos, com seu riff inesquecível.

Brothers In Arms foi, sem dúvida, o ponto alto da carreira do Dire Straits. Os poucos álbuns lançados depois deste pareciam já não ter a mesma magia. Mark Knopfler embarcou em carreira solo nos anos 90, mas ainda não igualou o sucesso dessa obra atemporal.

Fontes : “1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer” – Ed. Sextante

Revista da Música

Arquivo Pessoal de Dados

Fotos: Divulgação

*Esta coluna é semanal e atualizada às segundas-feiras


Artigos Relacionados